PAEX: Palavra de quem usa
11/05/2018
PAEX: Palavra de quem usa
07/06/2018
Exibir tudo

Programa de Gestão Econômico-Financeira começa em Junho

Quem assiste ao noticiário acompanha as constantes oscilações pelas quais nossa economia vem passando: alta e baixa dos juros, alta e baixa do dólar, novos players (asiáticos em especial) entrando no mercado nacional, expectativas pela definição de candidatos à eleição e ansiedade das empresas com as vendas antes, durante e após a copa do mundo. Não falta movimentação no mercado e os executivos mais atentos sabem que todos estes fatores afetam diretamente os resultados financeiros do seu negócio. Não é de se estranhar, portanto, que é cada vez mais relevante a necessidade de o profissional compreender, de forma sólida, a performance econômica de sua organização. E isso significa não só olhar para dentro dela, mas também para as variáveis externas que acabam afetando seu posicionamento, repensando sobre modelo e conceito de gestão econômico-financeira até então adotados.

Remando nessa direção, a Fundação Dom Cabral (FDC), através de sua associada a PKT Desenvolvimento Empresarial, realizará a partir de 18 de julho, em Sorocaba, o Programa Gestão Econômico-Financeira (GEF). Nele serão apresentados fatores fundamentais para a tomada de decisão, além de ferramentas de aplicação imediata, possibilitando a elevação da performance e da gestão.

“Avaliar o ambiente externo nos permite ficar antenados aos efeitos dessas políticas e variáveis no nosso negócio. Por isso o programa busca provocar no participante o repensar sobre o modelo e os conceitos de gestão financeira que são adotados na empresa”, aponta Cassio Pinho, professor associado de finanças da FDC, que conta com a experiência de mais 25 anos na área financeira.

Metodologia: gestão econômico-financeira

Segundo Cassio, o curso busca oferecer ferramentas para que o participante possa compreender as fragilidades e deficiências do modelo de gestão adotado pela sua empresa. A ideia é provocar uma reflexão:

  • Como avaliar a capacidade financeira da minha empresa?
  • Como mensurar os seus resultados econômicos?
  • Medir custos e investimentos
  • Definir indicadores que permitam avaliar o desempenho da sua área ou empresa

Até alguns anos atrás, os empresários tinham um produto ou serviço e o precificavam avaliando muito mais os seus custos na sua produção do que o mercado. Hoje em dia, o processo de compra e venda mudou muito. Antes de colocar algo no mercado, é preciso analisar concorrentes, seu processo de produção, seu preço de venda, entre tantos outros fatores. O valor do nosso produto está diretamente ligado ao mercado em que ele se insere. “Se eu tenho uma fábrica que comercializa calçados de segurança pelo dobro do preço do meu concorrente, o meu cliente sabe disso. É preciso, então, rever meu processo de produção, o valor da minha matéria-prima, das embalagens que utilizo. Ou seja, é preciso uma gestão estratégica para viabilizar o meu negócio”, explica Cassio.

Para isso, toda a teoria apresentada no Programa tem embasamento prático. Trabalharemos exposições dialogadas, atividades em grupo e estudos de casos combinados com o compartilhamento e a análise de experiências e práticas vivenciadas por professores e participantes. Sempre tendo como foco o conhecimento aplicável no dia a dia das organizações.

“Ao fundamentar aquilo que estamos apresentando, damos ao aluno a capacidade dele relacionar com a sua realidade e a encontrar soluções para que ele possa reajustar sua gestão. Os cases mencionados no programa, todos respeitando a identidade da empresa citada, ajudam o participante a pensar em estratégias para o seu negócio”, explica.

Participantes

Um dos propósitos do Programa Gestão Econômico-Financeira é de fazer com que os profissionais de diferentes setores da empresa possam pensar sob a ótica financeira. Dessa forma, além de terem o conhecimento técnico da sua área, passarão a contribuir com decisões estratégicas que são importantes para a gestão.

“Queremos fazer com que o gestor de vendas, o de produção, o industrial, enfim, profissionais que não são necessariamente da área financeira consigam ter uma visão macro do negócio. O que eles fazem nas suas atividades reflete diretamente na gestão financeira, na capacidade econômico-financeira da empresa”, conclui o professor.

Para mais informações sobre o Programa, como conteúdo, inscrição e investimento, acesse o link da FDC ou entre em contato com a PKT Desenvolvimento Empresarial pelo e-mail atendimento@pktdesenvolvimento.com.br ou pelo telefone 15 3442-8892.


Precisa de ajuda?