Consultoria para o agronegócio
Como crescer de forma sustentável junto ao agronegócio brasileiro
29/09/2021
5 soluções integradas para gestão de médias empresas
27/10/2021
Exibir tudo

3 motivos para o seu planejamento estratégico não dar certo

A sua empresa teve custos mais elevados que o necessário? Você percebe que ela é bastante sensível a crises econômicas e políticas? Não consegue crescer e inovar, possui baixas margens de lucros, tem dificuldade em atrair e fidelizar clientes? Ou, pior, você não consegue entender, de fato, quais são as dificuldades da sua própria organização? Tudo isso é consequência da falta de planejamento estratégico.

 

Esse é um assunto bastante recorrente no mundo dos negócios por nortear todas as decisões da empresa e também evitar danos ou imprevistos. Aqui falamos sobre a importância do planejamento estratégico, inclusive em um mundo VUCA — de volátil, incerto, complexo e ambíguo — e BANI — de frágil, ansioso, não linear e incompreensível. E que já passou da hora de criar uma base sólida para as ações de curto, médio e longo prazo considerando as particularidades do negócio e do mercado.

 

Agora, se você já tem um planejamento estratégico bem definido e delineado, mas ainda está tendo gastos desnecessários, tem volume de vendas aquém do seu potencial, precificação inadequada ou não consegue prever os passos da concorrência, é porque algo está errado.

 

O planejamento estratégico da sua empresa foi feito de maneira incorreta — ou sem considerar pontos cruciais. Veja 3 possíveis motivos para que seu planejamento não esteja dando certo.

 

3 razões para o planejamento estratégico falhar

 

1. Não ter objetivos e metas bem definidos

É muito comum as empresas criarem um planejamento estratégico sem saber ao certo quais são os objetivos que a organização deseja alcançar — ou não tê-los bem delineados. Com isso, a execução se torna praticamente inviável ou o resultado é diferente do esperado.

 

Afinal, se você busca precificar melhor seu produto, não adianta executar um planejamento que resulte na prospecção de mais clientes, por exemplo. Acima de tudo, é importante conhecer os objetivos da empresa e, mais que isso: divulgar quais são eles para que todos da organização caminhem na mesma direção.

 

Vale lembrar ainda que objetivo é diferente de meta. Na verdade, o primeiro é uma somatória de várias metas e processos. Quanto mais objetivos (propósitos maiores) e metas (as pequenas etapas) estiverem bem definidos, melhor.

 

2. Não pensar em algo executável

A definição das metas e objetivos da empresa não é garantia de um planejamento estratégico de sucesso. Elas também precisam ser positivas, reais e ter prazos factíveis.

 

A maneira como as metas e objetivos são formulados é tão importante quanto o caminho a ser percorrido. É preciso ter um caminho realista, possível e com a certeza de que há pessoas com conhecimento suficiente para guiar o time e a empresa.

 

É imprescindível que haja gestores com expertise suficiente para tocar o projeto, para integrar desde a diretoria até a operação no cumprimento de cada etapa do planejamento.

 

3. Não acompanhar as metas por meio de indicadores

Há empresas que têm muitas iniciativas, até conseguem executá-las, mas não têm foco em entender o que exatamente foi feito, o que não foi feito e, consequentemente, quais são as estratégias que devem ser realinhadas.

 

Assim, um bom planejamento estratégico precisa ser retroalimentado o tempo todo para que não desvie de seu percurso — muitas falhas ocorrem justamente por faltar disciplina e rotina.

 

Por isso, é importante que existam indicadores para medir o quanto a empresa progrediu (ou não) na busca pelas metas e objetivos. Não apenas medir o progresso financeiro ou comercial, mas todas as ações que impactam no futuro da empresa.

 

Consultoria de gestão empresarial & planejamento estratégico de sucesso

 

Se o seu planejamento estratégico não está dando certo, pode ter certeza: é bem possível que a falha esteja em não ter objetivos e metas bem definidas, em não pensar em algo executável e/ou em não acompanhar as metas por meio de indicadores. Por isso, é importante contar com parceiros externos que ajudem a construir um planejamento mais assertivo e eficaz.

 

Estamos falando em uma consultoria empresarial que não apenas sugira mudanças na organização a fim de agregar resultados econômico-financeiros, mas que elenque estratégias, engaje e desenvolva os gestores. Uma consultoria que mostre por que a transformação se faz necessária e guie para um caminho sustentável.

 

A PKT Desenvolvimento Empresarial atua junto às empresas com definições em curto, médio e longo prazo para aprimorar a gestão, aumentar a lucratividade, reduzir custos e satisfazer as necessidades dos clientes.

 

As metas e objetivos estão sempre muito bem delineados, são 100% factíveis, executáveis e acompanhadas por meio de indicadores. Temos uma compreensão bastante ampla do mercado para evitar armadilhas e manter o foco naquilo que é importante para o planejamento estratégico e sua execução.

 

Com a consultoria da PKT, você ganha mais integração entre as pessoas, operação e estratégia, tem os riscos gerenciados e os cenários analisados. Não deixe para a última hora, prepare sua empresa para 2022. Fale com a PKT Desenvolvimento Empresarial!