5 soluções integradas para gestão de médias empresas
27/10/2021
Centros de Serviços Compartilhados: o que são e por que são decisivos para as empresas
25/11/2021
Exibir tudo

Para quais habilidades a gestão empresarial deve olhar?

 

 

Em um mundo VUCA ou BANI, a gestão empresarial precisa buscar soluções ágeis e inovadoras e entender quais os perfis dos profissionais que vão liderar em meio a cenários complexos e desafiadores.

 

Quais são as soft skills que devemos trabalhar e em quais hard skills devemos investir? Essa é a pergunta que está na mente de todo gestor de empresa, empregadores, profissionais, estudantes, acadêmicos.

 

Mas, e se as habilidades do futuro não forem mais soft e hard e passarem a ser smart e sharp? Essa é a mais nova premissa para as empresas que buscam uma transformação digital efetiva e de sucesso.

 

Por que trocar as hard e soft skills?

 

As hard e soft skills foram cunhadas em 1972 por pesquisadores do Exército dos EUA para diferenciar as pessoas que se sobressaíam na operação de máquinas daquelas que se saíam bem em funções de supervisão. Desde então as terminologias são usadas no mundo corporativo — e têm sido essenciais.

 

No entanto, assim como em todos os outros campos de estudo, alguns conceitos precisam ser revisitados constantemente. Essa é a proposta de pesquisadores da Asia School of Business. Para eles, as hard e soft skills precisam de uma nova abordagem.

 

A justificativa é que dar e receber feedback, lidar com questões empresariais complexas, lançar e apresentar projetos não são atividades “suaves”. Além disso, não parece adequado que quem operacionaliza as máquinas de hoje, dadas as constantes mudanças tecnológicas, esteja atrelado a hard skills.

 

A transformação digital — codificação, aprendizado de máquina, engenharia, estatística, dinâmica de sistema, ciência de dados, Inteligência Artificial, etc. — realmente demanda novos conceitos.

 

Os professores Loredana Padurean e Charlie Fine, autores do estudo, propuseram uma nova abordagem semântica: smart skills e sharp skills.

 

Quais são as smart e sharp skills?

 

Para substituir as soft skills entram as smart skills; para substituir as hard skills entram as sharp skills. Veja quais são as 10 novas habilidades “inteligentes e afiadas” (em tradução literal) necessárias para iniciar uma transformação digital de sucesso, segundo Loredana Padurean. No infográfico abaixo, as 5 primeiras são consideradas smart skills e as cinco últimas, sharp skills.

 

 

PKT: de olho nas tendências e no futuro da gestão empresarial

É fato que a transformação digital, que está cada vez mais acelerada, exige mais das empresas — e o melhor de cada um dos profissionais envolvidos. É preciso olhar para o futuro e acompanhar a dinâmica de mercado.

 

Se os termos smart e sharp skill vão se disseminar, ainda não é possível saber. De antemão, a PKT Desenvolvimento Empresarial está atenta a todas as novas terminologias e entende que o futuro exige, de fato, cada vez mais novas e diferentes habilidades.

 

A consultoria da PKT auxilia organizações de diversos segmentos a olhar para a transformação digital e para as habilidades — sejam elas soft, hard, smart ou sharp. O nosso propósito é levar conhecimento, alinhamento e harmonia para a gestão empresarial com um trabalho que envolva os times e foque em resultados. Fale com a PKT!