Sua empresa caminha para a Indústria 4.0?
16/10/2019
Quais são os principais desafios da gestão comercial?
21/11/2019
Exibir tudo

Gestor fala como programas da Fundação Dom Cabral mudaram sua vida

O primeiro contato do Gerente de Contas Especiais na WIKA do Brasil, Hugo Santos, com a Fundação Dom Cabral (FDC);aconteceu em 2017, com Programa de Desenvolvimento de Dirigentes. A experiência, bastante produtiva, fez com que o gestor da multinacional alemã no segmento de instrumentação, medição e controle procurasse por um novo programa de pós-graduação. Desta vez, a escolha se deu pelo curso de Gestão de Negócios. Mas

Seguindo o lema do “uma vez aluno da Dom Cabral, sempre aluno da Dom Cabral”, Hugo conta como a pós-graduação foi um divisor de águas em sua carreira profissional e pessoal ao mudar a forma como pensa e se posiciona em diversos setores de sua vida. Confira a entrevista com nosso aluno!

Por que decidiu procurar a pós-graduação da Fundação Dom Cabral?

Minha história com a Fundação Dom Cabral começou no início de 2017, quando estava abrindo uma nova turma do programa de PDD (Programa de Desenvolvimento de Dirigentes) em Sorocaba, cidade onde moro no interior do Estado de São Paulo. Havia a expectativa de que d

ois gestores da WIKA participassem e também fui convidado pela empresa. Foi uma experiência muito interessante e produtiva. O PDD é um programa mais enxuto de 6 módulos como Processos, MKT/Vendas, Pessoas, Finanças, Projetos e Estratégia. Ao final do programa, que em geral tem duração de um ano, já tomei conhecimento que a FDC promoveria para o início de 2018 a terceira turma do programa de pós-graduação em Gestão de Negócios, em Campinas. Logo despertou meu interesse e fui aprovado para compor a turma. Mas

Hugo Santos, Gerente de Contas Especiais na WIKA do Brasil

O que esperava conquistar com a pós-graduação?

Estava buscando uma extensão para complementar minha formação, e a Especialização da Dom Cabral surgiu como um encaixe perfeito. A expectativa foi amplamente correspondida, com aumento do conhecimento, das técnicas e ferramentas. O aprendizado com exemplos atuais da gestão em diversas áreas do negócio e práticas que estão sendo;utilizadas pelos principais gestores de empresas que hoje são referências mundiais foi algo que o curso trouxe como contribuição. Mas,

Você acredita que evoluiu após o programa da FDC?

Minha evolução profissional foi exponencial. Entretanto, eu diria que, muito mais do que os ganhos como gestor em uma empresa, houve um divisor de águas na minha evolução pessoal, como gestor da minha própria vida. Diferentemente da empresa, essas mudanças poderiam ser implementadas imediatamente, pois dependiam única e exclusivamente de mim. Durante esse período foi possível entender como fazer a melhor gestão do tempo, diferenciar prioridades;de urgências, adquirir novos hábitos como a leitura de livros e temas que trazem conteúdo para o dia a dia, melhorar minha organização e ter visão de problemas por diferentes ângulos para aplicar soluções nunca antes aplicadas. Entender que o pessoal e o profissional não só caminham juntos como fazem parte de uma mesma pessoa e, como tal, precisamos atender os dois lados. mas,

Você conseguiu colocar o aprendizado em prática?

Hoje em dia passamos mais tempo na empresa, e mesmo assim continuamos “sendo a empresa” em casa, mesmo dividindo as atribuições como marido, pai e outras atividades do cotidiano. Mas aprendi que posso passar menos tempo na empresa, porém entregando muito mais em resultado do que antes entregava. A palavra é equilíbrio. Até defendo que, num futuro muito próximo, não vai mais haver horário ou dias úteis para o trabalho. Cada vez mais o profissional estará online em tempo integral, mas será;preciso que parte deste indivíduo também esteja integralmente nas atividades de casa quando elas forem a pauta principal. A tão falada qualidade de vida será perfeitamente compreendida pela empresa, pois seu colaborador vai corresponder muito mais do antes o fazia.

Você indicaria o programa de pós-graduação da FDC?

Sem dúvida! O reconhecimento no Ranking do “Financial Times” como a melhor escola de negócios da América Latina, não é por acaso. Todo o processo e as experiências neste período foram fantásticos. Seja pela equipe de apoio da Dom Cabral, tanto do pessoal de Campinas;e Sorocaba, como da sede em Nova Lima, passando pelos meus colegas de turma, profissionais que trazem muita relevância e enchem nossos;encontros com conteúdo. Sem deixar de mencionar o corpo docente, os professores convidados e titulares com currículos acadêmicos e também com muita bagagem atuante no mercado. Mas,

Outro diferencial da FDC são as oportunidades de eventos e palestras;complementares que a entidade nos apresenta, sempre com temas atuais e com visão. Honrando o que eles têm orgulho de dizer, “uma vez aluno da Dom Cabral, sempre aluno da Dom Cabral”.


Precisa de ajuda?